Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O discurso político

por Zilda Cardoso, em 09.02.09

Ontem na estrada a caminho de casa, ouvi com espanto o discurso com que  Francisco Louçã encerrou a convenção do seu partido, o B.E.

Na verdade, não gosto do seu tom e por isso habitualmente não o ouço para além dos 2 ou 3 minutos que me permitem saber que nada foi alterado.

Porém, desta vez, escutei e estranhei.

 

Disse que ouvi com espanto, porque nunca me tinha apercebido de que ele fosse um fazedor nato e altamente eficiente de discursos políticos. Ou aprendeu muito com a experiência dos últimos anos.

Quem teria dito com mais clareza, vivacidade, habilidade, o que pretendia e tão ao gosto dos ouvintes?

Não estou a afirmar que concordo com ele, com as suas ideias, nem  digo que discordo: apercebi-me agora da sua extrema eficácia como político teórico.

Sei que afirmou muitas verdades, coisas que precisavam ser ditas com tamanha convicção, firmeza e racional dramatismo. E disse outras sem o menor sentido de oportunidade. E isso seria imperdoável se não percebêssemos que estava ali para conquistar poder e liderança, interesse seu e do seu partido.

A crise económica e financeira dos últimos tempos... concebemos que é real e não demagógica...alterou e tem que continuar a alterar o que desejávamos para nós próprios e para a sociedade. Podemos continuar a desejar, mas para um futuro presumivelmente longínquo... já que temos a ideia de que há uma realidade complexa que é o mundo em que vivemos, que deve ser considerada, antes de propor sonhos e fantasias.  

Se cada um deve dizer o que pensa, deve também pensar o que diz e, no caso de um dirigente político em boa posição para conquistar poder, deve pensar o que diz de uma forma… como direi… muito larga e solta: tem que ver para o longe.

Haverá lugar para reivindicações como as que F.L. enunciou? Ou será ocasião de trabalhar no serviço da comunidade com lealdade e a competência demonstrada no discurso, sem firmar conflitos e guerras ilegítimas?

Agrada-me muito que exista um partido como o B.E. que declare com convicção e com força umas quantas verdades que aos outros não interessa asseverar, mas é esse o seu papel e não nenhum outro, não a conquista do poder e do governo, como parece ser agora a sua ambição.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:37




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D