Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


As horas da Alice

por Zilda Cardoso, em 24.11.08

 

 

 

Não me falem em dias de 24 horas. Porque isso é treta!

Desde há um certo tempo, os meus dias não têm vinte e quatro horas, não são de vinte e quatro horas. Ou então as horas não têm sessenta minutos. E não consigo realizar o que pretendo com horas e dias tão pequenos!

Se alguma vez tiveram para mim aqueles minutos todos, isso passou-se há muito. E é pena: preciso bem daquelas vinte e quatro horas de sessenta minutos a que estava habituada para compor aquilo que tenho para compor cada dia.

Há pessoas privilegiadas que conseguem viver dias cheios daquelas horas comuns que todos conhecem.

Eu... não sei.

E não sei o que fazer: estou muito confusa.

Vivo a sonhar com dias compridos, possivelmente em fins-de-semana,  sozinha em casa, em que posso, com tranquilidade e sem que alguém ou algum acontecimento me estremeça, fazer isto ou aquilo. Ou isto e aquilo. Ou não fazer nada.

Em que tenha possibilidade de optar sem vacilantes pensamentos: faço agora isto ou faço aquilo? Ou deixo isto e aquilo para mais tarde e vou fazer aquele aquilo ou aqueloutro?

Por vezes, nalgumas manhãs, julgo que vou conseguir realizar a maior parte das minhas desejadas tarefas daí a pouco, a bem dizer, à tarde, nessa tarde. Porque há a tarde, caramba! Além da manhã, há a tarde.

Mas a meio da tarde, verifico que já não tenho tempo... e fico por de mais alvoroçada.

Interroguei algumas pessoas sobre este assunto. O que realizaram elas de excelente para merecerem o favor de terem tempo? Talvez eu possa corrigir algo que me está a impedir de ter assim um tempo.

Mas elas não explicam. Há pessoas que não partilham... Que havemos de fazer?

 

Por vezes, tenho vontade de reler, revisitar, reviver as histórias da Alice. Já me têm ajudado, noutras ocasiões,  a compreender temas complicados. Por isso, ainda uma vez, folheei um dos meus livros preferidos, de Lewis Carroll.

Ele compreendeu muito bem esta questão fundamental da falta de tempo e a sua Alice soube ultrapassá-la da melhor maneira. Em minutos, ela sonha e fantasia e vive longuíssimas e complexas aventuras cheias de personagens muito desiguais, de ideias e de soluções assombrosas e engenhosas,  histórias que demoram muitas horas só a contar.

 

Estão a ver que não posso acreditar que aquelas sejam horas de sessenta minutos cada.

 

Encontrei! Afinal, é muito simples: são fantasias novas que eu gostaria de viver, quanto mais não fosse, para vo-las contar.

 

"'Fica para outra vez...'; 'A outra vez é já!' Ordenavam as alegres vozes."   

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:52




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D