Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A sucessão dos dias...

por Zilda Cardoso, em 30.05.17

DSC05728.JPG

Esta manhã, não é aqui o lugar onde gosto de viver...

Há não sei onde um véu espesso que não me deixa ver para além dele. Ou é uma cortina suspendida na minha janela ou uma névoa nos meus olhos... não sei dizer.

Não conheço palavras, não consigo compor... É uma manhã propícia a todas as falhas de imaginação.

O que mais me perturba é não distinguir a linha que separa o mar do céu… que eu calculo que separe. Sinto-me perdida, se não houver diferenças. (Segundo o meu velho livro de Filosofia. informar é notar diferenças, eu pretendo ser informada para informar e não vejo diferenças). Há um vazio, que é o quê? Mais nada.

Então esta é a cor do vazio! A cor e a música também. Que não aprecio… nem uma nem a outra.

Não há aqui melancolia nenhuma nem memórias. Haverá segredos? Como pode haver…?

Apenas conheço o que não há hoje, com certeza: limpidez e perfume; brilho e alegria. Não há.

E não há nada para desvendar aqui. Não necessito palavras excepto esta - fosco. É no fosco que se falece, é pelo fosco e embaciado e pardacento que se é engolido: aos poucos.

Nesse tempo, passam dois pombos galhofeiros para norte; duas gaivotas brilham em sentido contrário, logo depois. Passam.

Há uma esperança ainda que vaga.

Volto às palavras, queria ver palavras a serem devidamente e utilmente usadas, forjar as que preenchessem o cinzento vazio, desse modo. De algum modo.

 

DSC05131.JPG

 

O dia seguinte apareceu resplandecente, horizonte nítido e bem traçado, aquela linha quase horizontal. Veio o sol que encheu o mar de brilhos e fulgurações, vieram os barcos carregados de segredos e de curiosidades, uma ligeira brisa, a passarada, os ruídos, os movimentos, os cheiros e as cores...

Senti-me na minha casa, no meu mundo, tranquila, conhecia todos em redor e todos os redores.

Nada me incita a ficar quieta e muda, há estímulos horizontais novos. Há futuro. Há outro dia.

É bom haver outro dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D