Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tenha um bom coração!

por Zilda Cardoso, em 14.05.10

 

 

 

Tenha um bom coração!

 

Acham que será uma delicada saudação em vez do habitual bom dia?!

Agrada-me. A mim agrada-me muito porque me convenci de que, se cada um de nós desejasse a cada um dos outros, todos os dias, logo pela manhã, que tivesse bom coração, haviam de aparecer os frutos desse continuado desejo. Do simples gesto, toda a humanidade tiraria proveito.

E também ao fim do dia em vez de como passou? perguntar ao outro se teve um bom coração seria um estimulante alerta. Ou um aviso.

 

Teve um bom coração?

 

É antes de mais um convite à reflexão. Será que tive? interrogo-me. Será que tive hoje bom coração?

 

O tema não poderia ser esquecido. Uma atitude possível seria ganhar o hábito de praticar, pelo menos, uma boa acção por dia, como se exige aos escuteiros. Seria muito sadio e ganharíamos o hábito de pensarmos nos outros antes de mais; ganharíamos o hábito de ter bom coração.

 

Não encontro o sentido de pensarmos em nós. Nós, eu, estamos sempre presentes e não será necessário lembrarmo-nos a nós mesmos de que existimos. Além de existirmos já que pensamos - de sabermos que existimos já que pensamos - sentimo-nos.  

E por que não saber que os outros existem pois que pensamos neles? E tal como em relação a nós, somos capazes de os sentir (ver, ouvir…) e de saber também por isso que existem.

 

Esta sugestão, quero dizer, estas palavras como saudação – tenham bom coração - ouvi-as, num destes últimos dias, de um grande Mestre Budista, que usou termos simples e claros modos e posturas para falar de coisas muito importantes. Que dizem respeito à nossa vida quotidiana.

Fiquei a reflectir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:42


37 comentários

De Marcolino a 15.05.2010 às 12:47

Olá, Zilda!

Ter um Bom Coração...

Oh Céus
Sinto-me tão envergonhado
Como sou tão mesquinho
Para o poder soletrar
Quanto mais desejar
A tdos nós
Incluindo-me também
Tenhamos um Bom Coração!
A minha Vaidade
O meu Egoísmo
O meu Desinterêsse
A minha não Humildade
O Desamor por mim mesmo
A minha não Partilha
O querer corrigir todos
Levam-me a jamais poder soletrar
Tenham um Bom Coração...

Marcolino

De Zilda Cardoso a 15.05.2010 às 16:51

Que bom desejo. E tudo começa com desejo. Se for bom, que bom! Este é bom.

De Marcolino a 18.05.2010 às 18:44

Olá, Zilda!
No dia 15, data em que escrevi o meu comentário, lancei o mote «tenha um bom coração», primeiro, no café que frequento diáriamente, segundo, pelos meus amigos diários, terceiro, na minha Médica de Familia e junto às Enfermeiras que me têm feito o tratamento diário ao rosto, até à senhora da recepção do Centro de Saúde da minha área.
Perguntaram-me o porquê desse meu desejo, feito cumprimento.
Expliquei-lhes que, desejarmo-nos bons-dias, boas-tardes, boas-noites, seria o mesmo que lhes desejar a Sorte Grande. Fica tudo na expectativa, deveras desiludidos por nunca serem premiados...
Assim, tenha um bom coração, cada um, fica, de imediato, predisposto, amainar seus impetos, de criticismo, e outros negativismos, primários, para com os seus semelhantes, e uma aura de sanidade mental, de boa vontade, de afectos abertos, irradiará de nós para com os que o rodeiam.
Tenham um Bom Coração, está a dar resultados práticos, pois se sempre fui bem recebido onque quer que chegasse, hoje, esse bem recebido, é mais sorridente, com mais afectos, muito mais humanidade, com mais verdade, sem estarem à defesa...!
Obrigado, Zilda, por este seu artigo, qualquer um pode ter Bom Coração, desde que a isso se predisponha.
Fi-lo, e ganhei ainda mais e mais amigos de verdade!
Marcolino

P.S. Falei, hoje, com um velho senhor, bem mais novo que nós, que é useiro e vezeiro, em afirmar, que deseja mais, incutir medo, para ser respeitado, do que ser amado...
Quando nos despedimos ambos nos dissemos: Tenha um bom coração...

De Zilda Cardoso a 18.05.2010 às 22:08

Fico muito feliz. Quem dera que resultasse bem com toda a gente. É tão bom ouvir o que contou e está a acontecer.
Teve então um bom coração.

Teve um bom coração?

De Marcolino a 19.05.2010 às 12:32

Olá, Zilda|
A quem semeia nem sempre as boas colheitas serão para o seu celeiro, mas sim para os vindouros. Nossos netos, ainda de tenra idade, assenhorar-se-ão deste desejo, como do pão para a boca!
Terminou o seu comentário com «Teve um bom coração?»; quero tê-lo, e não quero figir, de desejar ter...!
Tenha um Bom Coração!
Marcolino

De Zilda Cardoso a 20.05.2010 às 08:19

Que importa? O importante é que sejam para alguém.

De Marcolino a 20.05.2010 às 23:52

Olá, Zilda!
Hoje recomecei a dar as minhas aulas, interrompidas com a operação que fiz. Todos os meus séniores, estavam de bom coração, empenhados no meu regresso, para acabarmos aquilo a que nos proposemos: A Gestão, dos seus espaços próprios, na Internete.
Evidentemente, que reiniciei as tarefas interrompidas, com o mote, «tenham um bom coração»!
Esta coisa do ter-se um bom coração, está a dar resultados práticos, na maior partilha e doação...!
Evidentemente, há uma minoria de toleimões, e toleimonas, mas como quem tem bom coração se está nas tintas para que não se queiram dobrar nem partir, o exemplo diário, nesta nossa equipa, fá-los vencer a vergonha, e desejar soltar os seus bons corações.
Uma santa noite de bons corações...!
Marcolino

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D