Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A única e admirável Luíza

por Zilda Cardoso, em 27.07.08

Conheci há dias uma senhora com a qual me encontrava com alguma regularidade há trinta anos, em casa de amigos, na minha, na sua. Mas só agora a vi.

Tínhamos recebido convite, meu marido e eu, para a sua festa de aniversário que seria em A Tocha, na Galiza, no hotel onde tinham passado a sua lua de mel, muitos anos antes. O convite era assinado pelo marido, e nele eu vi a primeira surpresa agradável: tudo era feito a partir do gosto e das preferências dela: a Luiza quer, prefere, gosta, diz e então vamos fazer a sua festa tal qual.

Estavam mais de duzentos e cinquenta pessoas exibindo em todos os momentos sorrisos de satisfação e de admiração. No dia, houve passeio de barco, coktail e jantar em ambiente requintado, discreto e muito bonito, à luz das velas. As senhoras estavam muito produzidas como a festejada queria, e os homens com as cores da preferência dela.

A verdadeira surpresa começou para mim, quando o irmão da Luiza fez o seu elogio e recitou um poema brincalhão da sua mulher sobre a extrema energia da cunhada, sempre ligada à electricidade na potência máxima; continuou com os discursos dos filhos e de um neto. As palavras espontâneas do rapazinho de treze anos  foram muito engraçadas e comoventes de ternura.  Em certo momento, receei que se alongasse, mas ele terminava e logo depois retomava o microfone para afirmar: "Ah, é verdade, esqueci-me de dizer, a minha avó"..."O meu avô... sabem... o marido da minha avó...".e continuava imperturbável.

O ponto alto da festa foi o discurso do marido.

Contou que se conheceram quando ela tinha treze anos e nunca mais deixaram de se ver. Ela disse, "se não casar com este, não caso com mais nenhum", e ele viu o caminho livre quando a mãe dela se apaixonou por ele. Então puderam casar, tinha ela dezoito anos. E assim começou uma vida de cooperação e de paixão que nunca esfriou.

Quando ele esteve em África em missão militar, ela apareceu para organizar a sua casa, apesar da extrema juventude e de estar à espera de bebé. Tem sido assim a inspiradora e dinamizadora de uma vida familiar alargada, sempre disponível e sorridente, generosa e amável para todos.

Quando depois da festa, lhe fui dar um abraço e lhe disse:"não fazia a menor ideia de que estava a tratar com uma grande mulher...", ela respondeu de imediato:"Não faça caso, eles são uns exagerados. Não é nada daquilo!"

Espero que a vida da Luiza, apesar de aqui toscamente esboçada, inspire outras. Voltarei à história para contar alguns pormenores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:48


5 comentários

De meldevespas a 29.07.2008 às 10:14

Não teria aqui vindo parar, não fosse o destaque do Sapo, que aproveito para dizer, agora depois de um passeio por aqui, muito merecido.
As vivências dos outros fazem-nos sempre repensar as nossas, e acabam invariavelmente por conferir alguma credibilidade aos sonhos que vamos tendo, e principalmente àqueles porque nos empenhamos.
Gostei muito da forma como escreve.
Beijo

De MANUEL SILVA a 29.07.2008 às 15:46

gostei da forma como apresentou a festa da sua amiga....é bom mais tarde poder valorizar toda a amizade vivida.

parabéns.

De Teresa Sá Couto a 29.07.2008 às 17:40

olá Zilda. Como acabei de encontrar este seu blogue, vou acrescentá-lo ao «Lugares de Autores» do meu http://comlivros-teresa.blogspot.com/

Está certo?
Beijinhos

sempre:
Teresa Sá Couto

De pedro a 29.07.2008 às 17:50

parabéns ! está muito bom o blogue e os textos muito divertidos, especialmente o do flecha e da minnie !

De carlos fortes a 29.07.2008 às 19:35

A Zilda passou anos a "ensinar"a juventude rasca e agora ficou sem alguns dos muitos e muitos cursos...
Ou então é jornalista e andou a querer "ensinar" a burricada que temos nas universidades e que não"leu"
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

A Zilda passou anos a "ensinar"a juventude rasca e agora ficou sem alguns dos muitos e muitos cursos... <BR>Ou então é jornalista e andou a querer "ensinar" a burricada que temos nas universidades e que não"leu" <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Platão,Séneca,Caio</A> Caesar,Marcuse,Planck , Einstein , <BR>Bento Caraça ou Mira Fernandes.... Olhe Zilda,Voçê o <BR>que fez antes de escrevinhar "blogs" ? <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Ciao,ad</A> hoc .

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D