Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Demorei alguns anos a descobrir...

por Zilda Cardoso, em 07.06.09

 

 

A maioria das mulheres que ocupam lugares importantes na vida pública ou na privada, lugares que antes eram ocupados por homens, têm seguido os modelos masculinos.

"Os homens foram sempre a referência das mulheres", diz Carla Pinto.

Eu tinha pensado ser possível que as mulheres criassem novos modelos de comportamento, menos duros, menos "políticos", mais solidários... Pensei que seguiriam diferentes princípios, adoptariam outros valores.

Não aconteceu e o mundo não melhorou: outros e mais graves problemas se apresentaram.

Estranhamente, neste período de crises múltiplas, surgem ou eu conheço mulheres que adoptaram um estilo de vida que as aproxima do que sejam pessoas independentes, que acreditam nelas próprias... nas suas capacidades, que sabem o que querem, que estudam e trabalham e empreendem e inovam. E que conservaram uma faculdade e uma qualidade de sentir que as leva a reagir com afectividade aos estímulos do que as rodeia.

Ao encontrar-me recentemente com Carla Pinto, com Sofia Freudenthal, com Laurinda Alves e com tantas outras voltei atrás no meu pensamento  sobre a impossibilidade de melhorar o mundo. Elas não são maioria como será necessário, mas poderão vir a ser. 

 

 

 

Porque olho a suavidade do olhar de Carla Pinto, a sua atitude serena, oiço as palavras inteligentes sobre o que entende por solidariedade, tomo conhecimento do trabalho criativo que realiza na sua empresa inovadora e não tenho dúvida: é possível transformar o mundo.

Já que os homens não foram capazes, serão as mulheres a fazer dele uma espécie de lar onde vai ser bom viver.

 

(Falarei amanhã da empresa de confecções com tecidos africanos que Carla Pinto criou em Moçambique)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:57

UMA EXPOSIÇÃO DIFERENTE

por Zilda Cardoso, em 03.06.09

 

 

  

 

 A inauguração da exposição de fotografia de A. de Lima na Quinta do Casal  em Ponte de Lima foi um momento de festa apesar da chuva que caiu todo o dia.

Talvez não deva dizer apesar da chuva pois ela terá um significado simbólico, nestas acasiões. Se tem, se quer dizer que tudo vai correr bem e o mundo é de felicidade, pois... ainda bem.

Só pode ter sido uma carga pesada. Ela, a chuva, não abrandou quase nunca e tudo o que estava planeado como música e divertimento teve que ser reduzido ao espaço do interior da Galeria.

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

O grupo musical não esteve no jardim, rodeado de crianças sentadas na relva, mas tocou cantou e encantou. Do seu variado reportório - de Bach a  melodias do nosso tempo - algumas peças foram tocadas com muita delicadeza,  entre os quadros em exposição e o calor do público interessado e próximo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:00

Pág. 2/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D