Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Que suave azul!

por Zilda Cardoso, em 29.10.11

 

 

Um belo dia: o mar é azul, ligeiríssimamente
ondulado, pleno de barcos brancos e de sol. Os barcos estão colocados,
alfinetados, ali, para ficarem bem no sítio. São de muitos tamanhos e formas,
mas em todos domina o branco cheio de luz. Passam alguns pássaros para nordeste.

A hora avança depressa, cada vez há mais sol e mais barcos destes, o mar enfeita-se
para agradar. É de seda, a superfície, crepe nalguns lugares, perfeitamente
espelhado noutros, e liso, forma desenhos geométricos que não quero entender.

 

 

Digo azul, mas quem me diz azul? Não sei de que cor se
trata, não importa, apenas gostava de explicar. Mas, ah… qualquer coisa se vai alterando, afinal... a
cor, não sou tão rápida a raciocinar, e também não tenho termo de comparação.

Que cor, meu Deus, como hei-de dizer? Como hei-de sentir?

 

 

É macia, é leve, não é transparente, tem um perfume
acentuado, frisado, forte… esta massa líquida... gosto, e isto é importante.

  

  

Alguém vai jogar xadrez com estes barcos, ou será a batalha
naval? Não, nada de batalha, nem mesmo amigável que por vezes se transforma. A
posição das peças não muda, ou talvez mude com tempo... o tabuleiro continua molemente à espera do génio
dos jogadores…

… que se importam mais com a beleza do ambiente do que com a
excelência intelectual dos movimentos do jogo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:36


3 comentários

De Marcolino a 29.10.2011 às 16:31

Boa tarde Zilda!
Desejo que a recuperação do Pedro esteja a correr pelo melhor!
Quanto a este seu texto extasiei-me com a belissima descrição da paisagem da sua Foz, muito bem retratada nestas belissimas fotografias.
Desejo-vos um ótimo fim de semana e que corra tudo sempre pelo melhor do ótimo!
Abraço
Marcolino

De Zilda Cardoso a 29.10.2011 às 20:07

Já estamos bem, todos, não é verdade? Já lá vai...
Quanto à Foz... vai ficar conhecida pela minha Foz, a Minha Foz.
Sabe, cada vez gosto mais dela, da minha foz. Hoje quando voltava, cerca das 19h, era um esplendor de brilhos e de cores suaves, de desenhos a pastel e de barcos e de frescura e de tudo quanto aprecio e me faz ter saudades, quando desaparecer para mim e para sempre. Pode aqui continuar, mas não para mim e isso é suficiente: que fique para quem o apreciar. Que são muitas pessoas, felizmente, por isso, nada se perde. O interessante é que, neste caso, há que ter saudades quando não há razão para ter saudades, ainda estamos cá, E quando não estivermos, também não há razão para ter saudades, não as temos.

De Marcolino a 31.10.2011 às 12:23

Bom dia Zilda,
Também tenho saudades da sua Foz, ou seja, da nossa Foz, e dos belissimos momentos que aí vivi e passei com a minha familia.
Sempre que aí vou passeio-a de cima abaixo, olhando sempre o mar, ora revolto, ora sereno, matando saudades de alguns bocados muito bem passados, na minha meninice!
Abraço
Marcolino

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D