Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um caminho de espiritualidade

por Zilda Cardoso, em 16.10.11

 

 

(imagem da internet)

 

Shirley MacLaine foi uma actriz de cinema de Holywood de invulgar talento que recebeu todos os grandes prémios possíveis pelas suas interpretações. Desde há vários anos tem-se dedicado à escrita, vinte livros publicados, alguns serão bestsellers.

Sei que vive uma vida retirada dos grandes centros de confusão, tranquilamente, num grande rancho - 3.200 hectares - numa casa de adobe com uma vista fabulosa para todo o mundo em redor, na companhia única de uma pequena cadela.

Vi ontem em parte num programa da famosa Oprah uma longa entrevista à Shirley com uma visita ao seu rancho panorâmico que me deixou encantada com os lugares que prefere e com as suas ideias, decerto expostas nos livros que tem publicado e que nunca li.

Alguns dos seus pensamentos, podem dar-nos uma boa ajuda para vivermos melhor neste mundo cada vez mais complicado e de tal modo que pouca gente saberá ainda o que quer, o que pensar, o que é e o que poderá ser o seu futuro, o nosso, o da Europa, o do Planeta.

Ela acredita, sem parecer levar-se muito a sério, em extraterrestres, em ovnis, em reencarnação... em tantas coisas que estamos habituados a considerar como extravagâncias e irracionalidades...

O que me parece é que tem uma grande abertura de espírito que será o que cada um de nós necessita ter para se sentir bem no mundo actual.

 

Poderá Shirley MacLaine ter dito:

 

Aprendi a render-me à divindade sofisticada (que está dentro de mim).

 

Somos mais do que parecemos ser.

 

Devemos equilibrar espiritualidade e tecnologia e ensinar espiritualidade às crianças, não religião. Ensinar um Deus mais espiritual que religioso.

 

Não acredito apenas no que é possível provar, demonstrar, mas acredito em intuição, clarividência, audiovidência, psiquismo...

 

Muitas coisas são agora claras para mim, desde que abandonei a maior parte daquilo com que me importava, "I'm over all that", não me importo com quase nada, mas continuo curiosa.

 

Não me importa o que os outros possam pensar de mim...

 

Já não me esforço por agradar.

 

Necessitamos de nos desapegar de bens materiais, seguir caminhos espirituais e meditar com a comunidade, comunicar com a comunidade, partilhar com a comunidade...

 

Se eu estiver confortável comigo... que me importa o que os outros pensam de mim?

 

Agora estou confortável comigo.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:32


2 comentários

De Vicente a 17.10.2011 às 05:26

Olá Zilda,

Confesso que há outras pessoas que me oferecem mais garantias para tratar de espiritualidade...esta é comercial de mais e sobretudo o Ophra, com o mérito inegável que tem, é um pouco vendedora de banha da cobra...

my five cents de opinião que valem o que valem, mas a Zilda com a sua cultura merece mais do que ficar encantada com esta rapariga...

De Zilda Cardoso a 17.10.2011 às 09:37

Decerto que há outras pessoas mais qualificadas..., mas as ideias que transmite são encantadoras e interessa-me meditar nelas e dá-las a conhecer para talvez interessar outras pessoas. As pessoas e as coisas têm o valor que lhes atribuímos e não outro.
Para mim, houve uma frase que não vou esquecer e só por isso já valeu a pena ter ouvido o programa - desde que esteja confortável comigo... o que interessa o mais?
Quando vejo algum programa da Oprah... dou-lhe todos os descontos, aproveito o que é de aproveitar e, às vezes, como neste caso, concluo que cada um de nós com discernimento consegue tirar algum ensinamento.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D