Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Decidi ver cada deserto...

por Zilda Cardoso, em 08.08.11

 

…como uma possibilidade de encontrar um oásis.

Terá sido Walt Disney quem disse estas palavras, todos o
conhecem do cinema. Foi um génio e encantou o mundo. Como é muito
característico dos “heróis” americanos, tomou as decisões importantes em dado
momento da sua vida, lutou por elas, persistiu e conseguiu o que pretendia. E decidiu
triunfar, como diz.

Teve uma vida interessante: extraordinário cineasta, criador
de personagens inesquecíveis e populares (todo um universo
nosso conhecido a que constantemente nos referimos), animador e arrojado
inventor dos parques temáticos que formam o Mundo de Disney, foi escuteiro,
participou como voluntário condutor de ambulâncias na 1ªguerra
mundial e foi filantropo.

 

 

 

 

Nenhum triunfo vale grande coisa, se não for conseguido pelo
próprio. Terá que o ser, mesmo que com um empurrãozinho… Mas o pretendente ao
êxito, tem que dar os primeiros passos, como a dizer o que quer, e só depois
pode ser ajudado, não é?

“E assim, depois de muito esperar, num dia como outro
qualquer, decidi triunfar…” “Decidi ver cada problema como uma oportunidade de
encontrar uma solução”. “E decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de
ser feliz”.

Vejo a vida de W. D. como mais uma vida exemplar e falo dele
agora porque estou atenta aos textos que circulam na internet – desta vez foram
jóias ditas literárias, mas são muito mais do que isso. São ensinamentos
preciosos.

Por isso, recomendo aos meus amigos. E vou revendo vidas que
conheço, vidas daqueles que ainda podem mudar de vida e fazer o que decidirem
agora e que pode ser o inverso total do que sempre fizeram, daquilo para que se
prepararam.

Mas devem estar decididos - talvez vão sofrer, quiçá corram
riscos, talvez precisem de oferecer oportunidades e de não se apegarem
demasiado ao que têm, mesmo ao que conquistaram.

E recordo estas palavras:

“Become humble and selfless and then you will get a glimpse of His joy. If you taste
that joy even once in your lifetime, you will know that it is for that joy that
we are here”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:41


7 comentários

De Joana Freudenthal a 08.08.2011 às 23:43

Quando eu tinha 6 anos, fiz uma viagem de carro até Capri, com os meus pais e irmãos (menos a Sofia que era bebé). No regresso, fizemos de Nápoles até Barcelona num barco que se chamava Independence. Nesse barco, viajava connosco Walt Disney. As minhas irmãs mais velhas conversaram com ele, mas eu era muito pequena.
Que sensação ainda é lembrar-me disso!

De Zilda Cardoso a 09.08.2011 às 08:43

Que engraçado, Joana. Será que as s/irmãs se recordam? Gostava de saber com que impressão ficaram do homem...
Talvez eu vá ter oportunidade de perguntar à Rita...

De Isabel Maia Jácome a 08.08.2011 às 23:50


Leio as suas palavras... tocam-me, mais uma vez, de forma particular...
Depois, imagino uma conversa amena, ou progressivamente acesa, pessoal, pegando na generalidade e generosidade que este texto contém... e fico a reflectir no tanto que ainda tenho que fazer!!!!!
...Um abraço, Zilda. Especial...
Sempre,
Isabel

De José Miguel Vieira a 09.08.2011 às 14:56


Belas imagens para um belo e sentido texto!
Meu pai sempre me contou que Walt Disney era oriundo de família espanhola tendo sido adoptado por norte-americanos que o educaram....o génio era certamente devido às suas origens....
Será verdade?
Iza

De Zilda Cardoso a 09.08.2011 às 16:15

Ah espanhola! Por que é tão bom ser desse país nosso adversário ancestral?

De Joana Freudenthal a 10.08.2011 às 01:18

Até me esqueci de dizer que foi uma boa decisão a sua, Zilda. Ás vezes, parece impossível conseguir, mas sei que é possível.
Vamo-nos ajudando uns aos outros a ver oásis em todos os desertos?

De Cabecilha a 12.08.2011 às 15:14

muito bom :)

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D